segunda-feira, 18 de junho de 2018

Hah!

Daqui


Há a mulher que me ama e eu não amo.
Há as mulheres que me acamam e eu acamo.
Há a mulher que eu amo e não me ama nem acama.

Ah essa mulher!

Tu eras mais feliz, Apollinaire.
montado num obus, voavas à mulher.
Tu foste mais feliz, meu artilheiro.
tiveste amor e guerra.

Eu andei pra marinheiro,
mas pus óculos e fiquei em terra.

Upa garupa na mulher que me acama,
que a outra é contigo, coração que bem queres
sofrer pelas mulheres...
Alexandre O'Neill


1 comentário:

  1. Bom dia e boa semana.
    Da Séria - “No tempo em que” havia músicos a fazer intervenção política.
    Hoje: Big Bill Broonzy – “Black, Brown and White”.

    A descoberta de William Lee Conley Broonzy (Big Bill Broonzy) foi casual. Há uns anos, ao ler uma entrevista com Keith Richard deparei-me com o nome de Broonzy. Todos conhecemos alguns blues e outros tantos bluesman, mas reconheço que Big Bill Broonzy me era desconhecido. Assim, o trabalho de pesquisa foi muito bem recompensado.

    Big Bill Broonzy, foi um dos mais importantes cantores de blues de Chicago antes da 2ª Guerra Mundial. Gravou mais de 250 músicas, incluindo "Key to the Highway", "Black, Brown e White" e "Just a Dream".

    “Just a Dream” foi quase como uma premonição, oram leiam:
    “Dreamed I was in the White House, sittin' in the President's chair
    I dreamed he's shaking my hand, and he said, "Bill, I'm so glad you're here"
    But that was just a dream, Lord, what a dream I had on my mind!”
    E em 2009, o venerável líder dos direitos civis, o reverendo Joseph Lowery, de 87 anos, vai citar estes versos na posse do presidente Obama. Nunca, Broonzy o imaginaria!

    Broonzy foi um músico que aconselhou e ajudou músicos jovens como Muddy Waters, Little Walter, Jimmy Rodgers (James A. Lane) e Memphis Slim. Nos anos 50 e 60, vai influenciar músicos britânicos de rock e blues como Eric Clapton e Keith Richards.

    Uma das canções mais conhecidas de Broonzy, a canção de protesto "Black, Brown, and White", aborda a experiência de veteranos de guerra negros e a dolorosa questão do tratamento preferencial por gradações de cor da pele, no seu regresso a casa e na procura de emprego. “ A música nada tem de especial, é apenas sobre a forma como o negro trabalhador é tratado neste país em todos os empregos no Norte, no Oriente e no Ocidente, e todos sabem que é verdade.", disse Big Bill Broonzy.

    Cito uma frase que li sobre esta música: “this music must be in school's programs.”

    Termino com uma curiosidade (racista): em 2012 um grupo de estudantes (ensino básico) norte americanos (Texas) festejavam uma vitória num torneio de basquetebol e decidiram acentuar a sua força “desportiva/rácica” com esta adaptação:
    “If you're black, better step back.
    If you're brown, better not come around.
    If you're red, you're better off dead.
    If you're yellow, no need for you, fellow.
    But if you're white - you're ALL RIGHT!
    USA! USA! USA!"

    Big Bill Broonzy – “Black, Brown and White”
    https://youtu.be/k0c1c0ZsTLA

    This little song that I'm singin' about
    People you know it's true
    If you're black and gotta work for a living
    This is what they will say to you
    They says if you was white, should be all right
    If you was brown, stick around
    But as you's black, m-mm brother, git back git back git back

    I was in a place one night
    They was all having fun
    They was all byin' beer and wine
    But they would not sell me none
    They said if you was white, should be all right
    If you was brown, stick around
    But if you black, m-mm brother, git back git back git back

    Me and a man was workin' side by side
    This is what it meant
    They was paying him a dollar an hour
    And they was paying me fifty cent
    They said if you was white, 't should be all right
    If you was brown, could stick around
    But as you black, m-mm boy, git back git back git back

    I went to an employment office
    Got a number 'n' I got in line
    They called everybody's number
    But they never did call mine
    They said if you was white, should be all right
    If you was brown, could stick around
    But as you black, m-mm brother, git back git back git back

    I hope when sweet victory
    With my plough and hoe
    Now I want you to tell me brother
    What you gonna do about the old Jim Crow?
    Now if you was white, should be all right
    If you was brown, could stick around
    But if you black, whoa brother, git back git back git back

    ResponderEliminar