quinta-feira, 24 de maio de 2018

Lenço

Fotografia de Joseph Casey


De manhã
dobrado com as suas flores silvestres
lavado e engomado
ocupa pouco espaço na gaveta.

Sacudindo-o para o abrir
ela ata-o à volta da cabeça.

À noite arranca-o
e deixa-o cair,
ainda com o nó, ao chão.

Num lenço de algodão
por entre flores estampadas
um dia de trabalho
escreveu o seu sonho.
John Berger
Trad. Vasco Gato


Sem comentários:

Enviar um comentário