sábado, 26 de novembro de 2011

Não esqueças nunca


 Não esqueças nunca
O gosto solitário
Do orvalho
                                               Matsuo Basho 

Sem comentários:

Enviar um comentário