quinta-feira, 7 de setembro de 2017

O último poema do último príncipe

Fotografia de Gabor Szilasi



Era capaz de atravessar a cidade em bicicleta só para te ver dançar.

E isso
diz muito sobre minha caixa torácica.
Matilde Campilho



Sem comentários:

Enviar um comentário