domingo, 1 de abril de 2018

Queda un hilo

Fotografia de Hai Bo




el que con una línea todo lo separa
el que con una línea lo une todo

el hecho particular y sin importancia de que no lo veas no significa que no exista o que no esté aquí acechándote desde algún lugar de la página en blanco preparado y ansioso de saltar sobre tu ceguera


alguien que cree saber dónde encontrarlo
sigue fingiendo que sabe cómo ahorcarse
Alejandro Céspedes



1 comentário:

  1. Bom dia e boa semana.
    Da Séria - “No tempo em que” havia músicos a fazer intervenção política.

    Hoje: Na semana de 1 de Abril (nem tudo é mentira) e devemos:

    - continuar a pensar, o tempo todo;

    - escutar Emma Gonzalez e as razões para ter esperança;

    - ouvir a Margaret Atwood dizer - "em tempos extremos, os extremistas ganham. A sua ideologia torna-se uma religião, qualquer um que não fantoche as suas opiniões é visto como um apóstata, um herege ou um traidor, e os moderados no meio são aniquilados.";

    - nunca esquecer que estamos quase a pagar vinte mil milhões de euros para salvar bancos! Estamos fartos de pagar as incompetências de banqueiros no seu jogo do Monopólio.

    - memória sobre as pessoas de quem nos vamos despedindo. Bons e grandes amigos com quem foi um privilégio um dia termo-nos cruzado, trabalhado, convivido, aprendido;

    - reflectir sobre: socialistas e propaganda (enganosa) andam a par? É que nos apoios à CULTURA…;

    - aproveitar para pensar que com o Tiaguinho e Cª ,a febre reformista no sistema escolar é um recuperar de ideias antigas como se fossem novidades. Um eduquês reciclado…

    - repetir a pergunta do Pete Seeger: “which side are you on” – António Costa/PS?

    - questionar o que aprendemos, agora que que passam 50 anos, sobre o que historicamente ficou conhecido por Maio de 68?

    - escutar (todos os dias) as boas referências da música dos anos 60/70:
    Buffalo Springfield – “For What It's Worth” - 1967
    https://youtu.be/gp5JCrSXkJY

    - nunca perdoar aos que, nos estupidificantes anos oitenta, tentaram assassinar a música (os Duran Duran e Cª…..) e recordar os que tentaram alterar o rumo:
    Joy Division – “Love Will Tear Us Apart” - 1980
    https://youtu.be/zuuObGsB0No

    - divulgar as boas músicas e um músico com consciência social e política, que é:
    Benjamin Clementine - 2016
    https://youtu.be/HZSZEFUMpz4

    - descobrir sempre novos sons, como:
    WOODS – “Sun City Creeps” – 2016
    https://youtu.be/RNIVuPsoygI

    A terminar: Eu (também) valho nada, pá!
    Mas, ainda é preciso dizer mais uma vez que não são férias, pá! É interrupção lectiva, porra!
    Ora digam lá de que é que iam viver as agências de turismo?

    ResponderEliminar