quarta-feira, 21 de março de 2018

Okupas*

* Publicado no Jornal do Centro há exactamente dez anos, em 21 de Março de 2008

1. No início deste ano, Ferro Rodrigues disse à Visão: "Pedem-se sacrifícios a uma parte importante da classe média e a uma determinada geração, que tem entre 45 e 65 anos. Se esses sacrifícios são pedidos, é indispensável que isso se faça com menos arrogância e mais humildade."

2. Com a elegância de um berbequim, Emídio Rangel chama “hooligans” aos professores.

De picareta na mão, Camilo Lourenço pede a Sócrates que faça aos profs o mesmo que Margaret Thatcher fez aos mineiros britânicos.

Em delírio, o ubíquo José Miguel Júdice vê semelhanças entre o comício do PS do Porto e a manifestação de apoio a Charles de Gaulle, durante o Maio de 68.

A quem irá José Sócrates dar ouvidos? A Ferro Rodrigues ou a esta gente?

3. Ainda bem que já regressou à nossa blogosfera o “Viseu, Senhora da Beira”. Foi lá que soube que o Palácio de Gelo vai ter uma Taberna Bocatín. Comida espanhola “en Viseu, ciudad milenaria y capital del Distrito de Viseu y de la Beira Alta, conocida como la “Cidade do Verde Pinho” por estar rodeada de inmensos bosques.”



4. Durante o boom das subprime nos Estados Unidos, entre 2003 e 2006, muitas hipotecas foram passando de banco em banco, sem serem feitos os devidos registos. Com a crise, muitas instituições financeiras estão agora a tentar executar essas hipotecas mas não conseguem comprovar a titularidade das mesmas.

Resultado: há americanos que não pagam as prestações mas ficam tranquilamente a viver nas casas (algumas valem milhões de dólares).

São okupas nas “suas” casas.

Sem comentários:

Enviar um comentário