terça-feira, 26 de junho de 2012

Fazer do Centro Histórico de Viseu uma Babilónia (#1)




5 comentários:

  1. Maria Tereza Estrabon Falabella26 de junho de 2012 às 20:36

    Olá!!
    Acabei de ver um vídeo de uma palestra de José Pacheco - Escola da Ponte -Porto.
    O que você- que está aí- me diz sobre está experiência?
    Depois de tantos anos, já não é mais uma experiência, pois não?
    Resultou?
    Abraço
    Maria Tereza

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Maria Tereza,
      A Escola da Ponte tem um sítio na internet.
      Perguntas e respostas mais frequentes aqui:
      http://www.escoladaponte.com.pt/html2/portug/projecto/faq.htm
      Abraço

      Eliminar
  2. Maria Tereza Estrabon Falabella27 de junho de 2012 às 03:00

    Olá!
    :lP
    Fui ao "sítio".
    Li. Conheço estas falas e escritos quando falam de si mesmo.
    Sou do ramo lembra?
    Quero saber o que você me diz sobre isto.
    Isto vai complicá-lo?
    []
    Maria Tereza

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!
      Não conheço a experiência em detalhe pelo que não tenho opinião.
      O ensino discentrado e libertário pode funcionar, eventualmente, em experiências muito localizadas, não direi que não, mas não me entusiasma.
      Abraço do
      Alex

      Eliminar
  3. Efémeros os jardins? Em Viseu? Não. Tenho a certeza que a cidade mais ajardinada e com mais qualidade de vida vai é fazer o ensaio para retirar os pinos da Praça de D. Duarte, e voltar a colocar as`árvores como lá existiam ainda há cerca de 50 anos. É isso! Só pode ser isso.

    ResponderEliminar