segunda-feira, 28 de julho de 2014

Lúcia Araújo Silva


A  anterior presidente da concelhia do PS-Viseu tem vindo a destacar-se pelo envio de spam aos militantes socialistas, usando a base de dados do partido.

Em 1 de Junho,  Lúcia Araújo Silva mandou aos militantes um texto anónimo anti-socrático. 

Percebeu-se então que, ao divulgar um texto que caracterizava José Sócrates como um "deliquente compulsivo" que "jogou irresponsavelmente os destinos do país", Lúcia Araújo Silva, afinal, sempre execrara o anterior primeiro-ministro. 


É necessária muita solidariedade e compreensão com o sofrimento interior da ex-presidente da concelhia do PS-Viseu. 

Dá para imaginar, entre 2005 e 2011 durante o consulado socrático, a inquietação ética e as insónias de Lúcia Araújo Silva?  

Felizmente parece tudo bem com ela. Ontem, em comunicado enviado aos militantes, depois de muita e confessada "auscultação", o anti-socratismo de Lúcia Araújo Silva saiu do armário e vai a votos.

Que tenha muitos.

1 comentário:

  1. Não faltam amáveis políticos prontos a contar-nos que a vida não é um "ser", mas um "fazer", e, mais precisamente ainda, um "fazer-se". Felicidades!

    ResponderEliminar