quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Minh’alma quer-te com paixão

Daqui



Minh’alma quer-te com paixão
Ainda que haja nisso uma tortura
E alegre vai na ânsia da procura.
Que estranho ser difícil nossa ligação
Se os desejos d’ambos concordaram!
Que quereria mais meu coração,
Ao desejoso te buscar em vão,
Se meus olhos te viram e amaram?
Allah bem sabe que não há razão
De vir aqui senão para te ver.
Que o vigia não nos possa achar
Se o nosso reencontro acontecer
P’ra os teus lábios doces eu provar.
Folgarei no jardim da tua face,
Beberei desses olhos o langor,
E mesmo que um terno ramo imitasse
O teu talhe grácil, sedutor,
Valerias mais que o imitador.
Não te ocultes, oh jardim secreto:
Quero colher meu fruto predilecto!
Ibn ‘Amar




3 comentários:

  1. Há uns dias foi a Dita Von Teese (perigosíssima…)
    Pelo meio a Scarlett Johansson (translating is sexy??)
    E hoje é a dança do ventre - bellydance girls ??!!
    Meu Deus!! Mas o que é isto?
    Chamem o Diácono Remédios (lápis azul de boa saudade), que este blog (dito sério) anda possuído!!!
    Devíamos estar era a discutir o: ”Isto do que cospe para cima daquele que empurra”.
    Isso sim, é o país real!

    ResponderEliminar