sábado, 22 de novembro de 2014

Presidenciais 2016



Candidatos fortes da direita às presidenciais/2016: 
Marcelo Rebelo de Sousa e Rui Rio 

Candidato folclórico da direita às presidenciais/2016: 
Pedro Santana Lopes

Candidato tóxico da direita às presidenciais/2016: 
Durão Barroso 

--------------

Candidato forte da esquerda às presidenciais/2016:
António Guterres 

Candidato folclórico da esquerda às presidenciais/2016: 
António Sampaio da Nóvoa

Candidatos tóxicos da esquerda às presidenciais/2016: 

1 comentário:

  1. Este post está bem construído e com um humor corrosivo.

    Não tenho capacidade técnica para discutir o caso do ponto de vista jurídico e para ser muito sincero estou-me nas tintas para o assunto. Na verdade, nunca tive e não tenho nenhuma simpatia pela personagem José Sócrates.

    O meu coração bate à esquerda e por isso não perdoo a Sócrates ter subvertido todas as boas ideias que, nascidas na esquerda, se viram transformadas em operações de marketing, esvaziadas de sentido e convertidas a mero negócio.
    A arrogância permanente, o fanatismo, a intolerância, a ignorância, o modernismo para pacóvio ver, a promoção e enriquecimento ilícito de gente inclassificável, parasitas de um Estado que se deixou à beira da bancarrota, mas com os bolsos (de alguns) bem recheados….
    E, sobretudo, não lhe perdoo que tenha entregue de bandeja o poder à direita. Foi o governo de Sócrates que se afastou dos valores do PS e de uma forma sem retorno. Como disse o próprio acerca de si mesmo: «Eu [Sócrates] fui o líder que a direita gostaria de ter tido.»

    Esse julgamento nunca foi feito: ter liquidado a matriz do Partido Socialista!

    Assim, se o justiça considera haver matéria para averiguar, então que o faça com clareza e objectividade. Claro que o caso BPN morreu, a múmia de Belém nada disse sobre os vistos gold e a “natureza das coisas” resolveu-lhe o problema da condecoração do Sócrates. Claro que o Salgado continua a procurar uma “casinha” na Comporta; claro que na Alemanha há condenados nos caso dos submarinos e cá há lapsos de memória nas testemunhas e o Godinho faz figura de menino de coro por ter ido entregar “uns robalos”….

    Não deixa de ser curioso constatar (uma vez mais) que quando o PS começa a ganhar terreno à direta há sempre uma caso de justiça e muito, muito mediático…

    Não deixa de ser curioso que uma figura de terceira categoria parlamentar escreva no Expresso on line um artigo intitulado “Aleluia”. Certamente referia-se ao ex de Gaia….

    Não deixa de ser curioso….

    No fim: “porque raio é que tenho que confiar na justiça, se não confio no PR, no Governo, na AR e na comunicação social?” – Teresa Almeida.

    E ainda, como diriam os Monty Python: “one down and 318 to go”.

    Fiquem bem !


    ResponderEliminar