quarta-feira, 7 de março de 2012

Émulos *

Fotografia de Aaron Feaver


Foi como amor aquilo que fizemos
ou tacto tácito? – os dois carentes
e sem manhã sujeitos ao presente;
foi logro aceite quando nos fodemos

Foi circo ou cerco, gesto ou estilo
o acto de abraçarmos? foi candura
o termos juntos sexo com ternura
num clima de aparato e de sigilo.

Se virmos bem ninguém foi iludido
de que era a coisa em si – só o placebo
com algum excesso que acelera a líbido. 

E eu, palavrosa, injusta desconcebo
o zelo de que nada fosse dito
e quanto quis tocar em estado líquido. 
Margarida Vale do Gato



* Este poema foi musicado pelos Naifa. Pode ser ouvido aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário