sábado, 8 de outubro de 2016

Nem desconfia

Daqui


Todo o poeta quando preso
é um refugiado livre no universo
de cada coração
na rua.

O chefe da polícia
de defesa da segurança do estado
sabe como se prende um suspeito
mas quanto ao resto
não sabe nada.

E nem desconfia.
José Craveirinha


1 comentário:

  1. Eu nem desconfio, mas...

    Gostava de ter uma melhor República, sobretudo quando vejo alguns empresários portugueses, com tempo de antena garantido, a falarem de acreditar e investir em Portugal, com grandes discursos sobre o nosso futuro, mas depois já sabemos que puseram as suas empresas sediadas no estrangeiro para não pagar cá impostos, lembro-me do dia Mundial do Sorriso!!!
    (Soares dos Santos (Pingo Doce, etc): "O discurso dos políticos não convence ninguém" - Já o teu convence-me que nem imaginas. Pena é não entender holandês….)

    E ainda não percebi como os defensores de um governo que, para falhar todas as metas de défice que se propôs, empobreceu particulares e pequenas empresas, esvaziou o país de milhares de cidadãos e alienou propriedade pública relevante, vêm agora acusar este governo de estar a colher impostos em dívida "só para não falhar as metas do défice"? Sois uns cómicos.

    Mas, ao mesmo tempo não acho nenhuma piada a mais um perdão aos incumpridores fiscais que se apresentem arrependidos. Os cumpridores estão sempre lixados! Não gosto. Fico chateado. Ponto!
    E claro lá vem a GALP, o secretário de estado, o futebol, as negociatas, etc e tal. Ficas muito mal na fotografia, Partido Socialista!

    No fim: tenho pena que o candidato certo não tenha ganho o Nobel da Paz. Pensei que ia para o Cavaco por finalmente nos deixar em paz.

    E ainda, o gift deste post faz-me recuar tantos anos, tantos... Inícios dos anos 80 e numa sessão do CineClube - Museu Almeida Moreira - descobri o fabuloso filme "Down by Law" de Jim Jarmusch. Recordo nesse ciclo, ainda o excelente "Stranger Than Paradise". Um realizador sempre presente: Jim Jarmusch!

    ResponderEliminar