quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Even crocodiles do it

Croc foreplay, fotografia Eirik Lande

Let's do it, let's fall in love

Birds do it, bees do it
Even educated fleas do it
Let's do it, let's fall in love

Birds do it, bees do it
Even educated fleas do it
Let's do it, let's fall in love

In Spain, the best upper sets do it

Lithuanians and Latts do it
Let's do it, let's fall in love

The Dutch in old Amsterdam do it
Not to mention the Fins
Folks in Siam do it - think of Siamese twins

Some Argentines, without means, do it
People say in Boston even beans do it
Let's do it, let's fall in love

Romantic sponges, they say, do it
Oysters down in oyster bay do it
Let's do it, let's fall in love

Cold Cape Cod clams, 'gainst their wish, do it
Even lazy jellyfish, do it
Let's do it, let's fall in love

Electric eels I might add do it
Though it shocks em I know
Why ask if shad do it - Waiter bring me
"shad roe"

In shallow shoals English soles do it
Goldfish in the privacy of bowls do it
Let's do it, let's fall in love
Cole Porter



Façamos

Os cidadãos no Japão, fazem
Lá na China um bilhão, fazem
Façamos, vamos amar
Os espanhóis, os lapões, fazem
Lituanos e letões, fazem
Façamos, vamos amar
Os alemães em Berlim, fazem
E também lá em Bonn
Em Bombaim, fazem
Os hindus acham bom
Nisseis, nikeis e sanseis, fazem
Lá em São Francisco muitos gays fazem
Façamos, vamos amar
Os rouxinóis e os saraus fazem
Picantes pica-paus fazem
Façamos, vamos amar
Os jaburus no Pará, fazem
Tico-ticos no fubá, fazem
Façamos, vamos amar
Chinfrins galinhas afins fazem
E jamais dizem não
Corujas, sim, fazem
Sábias como elas são
E os perus, todos nus, fazem
Gaviões, pavões e urubus, fazem
Façamos, vamos amar
Dourados do Solimões, fazem
Camarões e camarães, fazem
Façamos, vamos amar
Piranhas, só por fazer, fazem
Namorados, por prazer, fazem
Façamos, vamos amar
Peixes elétricos bem, fazem
Entre beijos e choques
Garçons também fazem
Sem falar nos hadocs
Salmões no sal, em geral, fazem
Bacalhaus do mar em Portugal, fazem
Façamos, vamos amar
Libélulas e nambus, fazem
Centopéias sem tabus, fazem
Façamos, vamos amar
Os louva-deuses, por fé, fazem
Dizem que bichos de pé, fazem
Façamos, vamos amar
As taturanas também fazem
Um amor incomum
Grilos, meu bem, fazem
E sem grilo nenhum
Com seus ferrões, os zangões, fazem
Pulgas em calcinhas e calções, fazem
Façamos, vamos amar
Tamanduás e tatus, fazem
Corajosos cangurus, fazem
Façamos vamos amar
Coelhos só e tão só, fazem
Macaquinhos no cipó, fazem
Façamos, vamos amar
Gatinhas com seus gatões, fazem
Dando gritos de ais
Os garanhões fazem
Esses fazem demais
Leões ao léu, sob o céu, fazem
Ursos lambuzando-se no mel, fazem
Façamos, vamos amar
Façamos, vamos amar
Versão Chico Buarque



Outra versão  diz, e bem, que a Maria Antonieta também o fazia, mas não acho som dela no sr. google (se algum leitor conseguir esse milagre, este modesto estabelecimento agradece) *:
The world admits bears in pits do it
Even Pekingeses at the Ritz do it
Let's do it, let's
fall in love

The royal set sans regret did it
And they considered it fun
Marie Antoinette did it -







-----

Adenda, 28.10.2017, 11:00
* No primeiro video, Shirley MacLaine e Frank Sinatra cantam esta referência a Maria Antonieta

2 comentários:

  1. http://www.sul21.com.br/jornal/decifradas-cartas-criptografadas-de-maria-antonieta-ao-seu-amante-hans-axel-von-fersen/
    https://rainhastragicas.com/2016/02/12/as-cartas-secretas-de-maria-antonieta-ao-conde-fersen/
    (Sem som :)

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigado, caro anónimo:

    «Segundo o Nouvel Observateur, os amantes usavam um código complexo, denominado “polialfabético”, que exige dois elementos para a decifração: uma tabela de decodificação e uma palavra-chave que a rainha e o conde mudavam a cada mensagem. Não se sabe como eles conseguiam informar um ao outro a palavra-chave. Fala-se de códigos costurados no forro de chapéus ou esconderijos em escrivaninhas.»

    Não sendo a voz de Ella Fitzgerald a cantar Cole Porter, é, mesmo assim, muito interessante.
    :-)

    ResponderEliminar