sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Duques e cenas tristes*

* Texto publicado hoje no Jornal do Centro



1. Em 29 de Março de 2008, em luzidia cerimónia no nobre concelho de Mortágua, com a augusta presença do primeiro-ministro José Sócrates, foi lançada a concessão da auto-estrada Viseu/Coimbra, mais um troço da “imprescindível” terceira auto-estrada Porto/Lisboa e mais o IC12 entre Mortágua e Mangualde. Um total de 191 quilómetros de novas vias e 740 milhões de euros. No evento, o ministro Mário “Jamé” Lino assegurou que elas estariam “completamente construídas em 2011”. Viu-se...

Agora, em 7 de Agosto de 2015, ...



... em luzidia cerimónia noutro local do nobre concelho de Mortágua, com a augusta presença do primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, foi lançada a “previsão do lançamento” do concurso para a “Via dos Duques” (novo nome da ligação Viseu/Coimbra), num investimento global de 399 milhões de capital privado e que lhe deverá render 456 milhões de portagens, nos 30 anos da concessão. Foi soprado, ainda, um “início de obras no segundo semestre de 2016”.

Para o governo Sócrates, passavam 11 mil veículos por dia no IP3; agora, para o governo Passos, passam lá 18 mil. Em sete anos, com uma bancarrota no meio, um “incremento” de tráfego de 64%. Coisas de verão eleitoral para esquecer logo que chegue a 'gravitas' do poder, lá mais para o outono.

Mais: nesta apresentação saíram “duques” no nome mas “cenas tristes” no conteúdo. Pretende-se dar 9 km do IP3 aos privados na zona da Aguieira. Toda a gente percebe que um concessionário, para meter dinheiro na ligação Viseu/Coimbra, tem que impedir o trânsito no IP3 fazendo-lhe a auto-estrada por cima. Começa-se por 9 km e, a seguir, vai querer-se “duplicar” todo ou uma parte substancial do IP3.

A região tem que evitar este pesadelo. Mais uma “cena” como a do IP5 estragado pela A25 é inaceitável.

2. Já há dois militantes socialistas candidatos à presidência da república: Henrique Neto e Maria de Belém.

Com que cara é que o PS vai apoiar Sampaio da Nóvoa, candidato do Livre?

Sem comentários:

Enviar um comentário