quarta-feira, 10 de julho de 2013

Especulação em torno da palavra homem

(...)
Quanto vale o homem?
Menos, mais que o peso?
Hoje, mais que ontem?
Vale menos, velho?
Vale menos, morto?
Menos um do que outro,
se o valor do homem
é a medida do homem?
Como morre o homem,
como começa?
(...)
Carlos Drummond de Andrade

Sem comentários:

Enviar um comentário