terça-feira, 31 de maio de 2016

Dá-me a tua mão

Fotografia de Izis Bidermanas


Dá-me a tua mão.

Deixa que a minha solidão
prolongue mais a tua
— para aqui os dois de mãos dadas
nas noites estreladas,
a ver os fantasmas a dançar na lua.

Dá-me a tua mão, companheira,
até o Abismo da Ternura Derradeira.
José Gomes Ferreira




1 comentário:

  1. Fatoumata Diawara é de uma Ternura Derradeira!
    Também "curto" o "maluco" do Bombino!
    Mas esta gente, e outros fantásticos, nunca passam por Viseu.
    Vão a Sines, a Loulé, a Águeda, a Aveiro, a Tondela, e ainda...
    O Viriato é um palco nobre demais para eles?

    ResponderEliminar