sexta-feira, 27 de junho de 2014

A borla *

* Texto publicado hoje no Jornal do Centro


1. O resultado decepcionante das europeias fez soar as campainhas de alarme no PS. Os socialistas perceberam que, afinal, Pedro Passos Coelho pode ganhar as legislativas de 2015.

Embora mais mal que bem, o facto é que a direita acaba de cumprir o programa de estabilidade sem recorrer a um segundo resgate. O facto é que os eleitores perceberam que António José Seguro nunca age, só reage. 
A partir de uma fotografia original de Enric Vives-Rubio para o Público

Nestes três anos, o homem nem sequer teve a frontalidade de fazer o balanço do que correu bem e do que correu mal durante o negocismo autoritário socrático.

Seguro julgou que lhe bastava estar sentado na sua cadeira no Largo do Rato para chegar a primeiro-ministro. Fez mal.

Como se sabe, sem uma alternativa confiável "ao que está", as pessoas não mudam. Faulkner explica isso em "Palmeiras Bravas": entre o nada e a dor, as pessoas escolhem a dor. Entre Seguro e Passos Coelho as pessoas escolherão o segundo.

O mesmo acontecerá com António Costa se ele se ficar pela conversa "hollandista" de menos impostos e mais despesa. É que a classe média, ou o que resta dela depois destes desgraçados anos, percebeu que, quando há falência do estado, é ela, classe média, que é levada à ruína.

2. As primárias do PS vão ser votadas por militantes e simpatizantes. Vai ser uma borla geral. Para poderem votar, nem os militantes vão precisar de ter as cotas em dia nem os simpatizantes vão ter que pagar nenhuma contribuição (o PS francês fez milhões de euros com os simpatizantes nas primárias que escolheram Hollande).

Esta borla é estúpida por duas razões (a primeira poderá parecer menos a sério que a segunda):
(i) era bom para o PS que todo o simpatizante laranja que queira votar no dr. Seguro tivesse, pelo menos, de pagar para isso;
(ii) o PS, ao mostrar com esta borla que nem a sua casa sabe governar, como pode querer, depois, que o eleitorado acredite que sabe governar o país?

1 comentário:

  1. VAMOS LÁ SABER: É VERDADE QUE O Dr MÁRIO SOARES SE REVOLTOU PQ SE APERCEBEU QUE OS "SEGURISTAS" ESTAVAM "CONFORTÁVEIS" COM A DITA DIVISÃO DE LUGARES (entre ps e psd)?! DEVO DIZER QUE NA ALTURA "NUM" ACREDITEI, MAS DPS DE VER O QUE ACONTECEU EM ERMESINDE PUS-ME A PENSAR, A PENSAR, A PENSAR:E NÃO CHEGUEI A CONCLUSÃO NENHUMA, POR ISSO LHE PERGUNTO, Sr GATO!

    MUITO ATENCIOSAMENTE!

    ASSINA: ANÓNIMA!(e juro que não é pra chatear o Dr A. Henriques)

    NB:A PEQUENA VITÓRIA SOCIALISTA PODERIA SER "MAIORZITA" COM A REDUÇÃO DOS DEPUTADOS:AINDA VAMOS VER O AJS A APOIAR A REVISÃO DA TC PROPOSTA PELO ALBERTO JOÃO!

    ResponderEliminar