sábado, 15 de junho de 2013

Alcance eficaz

Fotografia de Robert Semeniuk



Alcance eficaz: distância à qual uma bala ainda é mortal.
(Manual do graduado de infantaria)

Não falo para os consolados, os satisfeitos de si, os que nem riem
porque o riso ainda é sinal de alguma coisa que falta.
Ah vida! alguns te cantam para sentir-te nos lábios,
mas outros pedem-te a si próprios, não contentes contigo,
e as suas palavras terão apenas o obscuro nexo dos abismos sem nome
e a estranha música das mãos cortando o vazio intratável.
A minha voz é misteriosa de mais para que me compreendam.
Seria preciso ter uma alegria de pássaro para com as migalhas da vida
e a mágoa de não ser um pássaro a contentar-se com elas...
Seria preciso saber que não há palavras que cheguem onde não há conversa,
onde o silêncio é um vai-vem de moscas sobre um prato servido.
Jorge de Sena



2 comentários:

  1. Reflexos acidulados!(Da Vida)

    "Da Vida... não Fales Nela

    Da vida... não fales nela,
    quando o ritmo pressentes.
    Não fales nela que a mentes.

    Se os teus olhos se demoram
    em coisas que nada são,
    se os pensamentos se enfloram
    em torno delas e não
    em torno de não saber
    da vida... Não fales nela.

    Quanto saibas de viver
    nesse olhar se te congela.
    E só a dança é que dança,
    quando o ritmo pressentes.

    Se, firme, o ritmo avança,
    é dócil a vida, e mansa...
    Não fales nela, que a mentes."

    Jorge de Sena, in 'Pedra Filosofal'

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Excelente, caro anónimo
      Este post ficou mais enriquecido
      :-)

      Eliminar