quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Os dias de verão

Fotografia de Tania Leshkina


Os dias de verão vastos como um reino
Cintilantes de areia e maré lisa
Os quartos apuram seu fresco de penumbra
Irmão do lírio e da concha é nosso corpo

Tempo é de repouso e festa
O instante é completo como um fruto
Irmão do universo é nosso corpo

O destino torna-se próximo e legível
Enquanto no terraço fitamos o alto enigma familiar dos astros
Que em sua imóvel mobilidade nos conduzem

Como se em tudo aflorasse eternidade

Justa é a forma do nosso corpo
Sophia de Mello Breyner Andresen


1 comentário:

  1. Verão - férias
    Como não tenho um camarada (PS) da Huawei ou da Galp; como não tenho um companheiro de grupo parlamentar (PPD), ligado à Huawei, com problemas de memória, pago eu as minhas viagens.

    Com atraso, descobri este texto, que não deixo de partilhar.

    Fazer turismo é combater o terrorismo
    JOÃO MIGUEL TAVARES
    18 de agosto de 2017
    https://www.publico.pt/2017/08/18/mundo/noticia/fazer-turismo-e-combater-o-terrorismo-1782748

    Manu Chao - Rumba de Barcelona
    https://youtu.be/1tP1umpp4M4

    “Os dias de verão vastos como um reino” - nos dias de verão há que ter paciência com “o pessoal de Agosto”.
    Fiquemos com a boa música enquanto esperamos a chamada de embarque.

    Lana Del Rey – Radio
    https://youtu.be/CFjqZpZZ5jI
    “No one even knows how hard life was
    I don't even think about it now because
    I've finally found you
    Now sing it to me”



    ResponderEliminar