sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

SMS #4

* Publicada hoje no Correio Beirão

Multiplicados pelo território, dezanove cartazes diferentes, vinte e um simpáticos modelos, todos caucasianos, todos vestidos de branco, todos com letras a branco que dizem: “Viseu é de primeira água”.

Esta alva campanha publicitária, que foi exsudada pela câmara de Viseu, serve exactamente para quê?

11 comentários:

  1. A campanha não tem nada de racista. Qualquer pessoa podia candidatar-se a modelo para a mesma. Se há apenas pessoas "caucasianas" é porque outras não quiseram candidatar-se! Que eu saiba Viseu é recetiva a toda a gente. Este post sim, é algo de puro racismo e ingratidão para com a própria cidade!! As pessoas procuram defeitos em tudo.

    ResponderEliminar
  2. Sr. Joaquim, até percebo que não goste da campanha, mas... acusações veladas de racismo e xenofobia são uma coisa muito feia e de mau tom. Especialmente porque um dos "modelos" foi funcionário da minha empresa, que é 100% capital judaico, e viveu vários momentos de ataque anti-semita sem medo e sem sair a correr, prestando todo o seu apoio e tendo vestido a camisola de uma empresa cuja página Web foi hackeada e substituída por uma estrela de David a arder, entre outras lindezas. Portanto, ter olhos azuis não é pecado e, enquanto judia, até lhe digo que tem aí gente que nem causasiana é: é ariana mesmo. E isso não torna as pessoas nem mais, nem menos dignas de aparecer numa campanha bonita, limpa e que dignifica a cidade.

    ResponderEliminar
  3. Esta pequena rubrica que tenho no Correio Beirão chama-se SMS.

    Tem que ser curta. Poucos caracteres. O caucasiano não pretende, de maneira nenhuma, dizer nada de tão desagradável como foi lido.
    Se calhar foi por ter usado uma expressão muito usual nos states e que lá é banal mas cá não.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  4. Não sabiam que os castings desta publicidade foram abertos a TODOS os cidadãos? E que todas as pessoas que foram a esse casting participam na própria campanha? Ou seja, nem foi um casting por eliminatória sequer. E a maior ignorância que por aí li foi que Viseu não é nada de primeira água e que a fonte da terra da minha avó isto, a fonte dali da esquina aquilo e blablablás de frustração mas esses senhores tão cultos e justos por acaso sabem que a água avaliada foi a dita água de abastecimento público, a água canalizada que sai pelas nossas torneiras e não as águas das fontes sequer? O prémio é totalmente justo e é infeliz quererem manchar o nome da própria cidade só por motivos de política. E reclamarem das fontes no facebook cheios de preocupação política a mascarar-se de falsa preocupação ambiental e mais uma balelas, em vez de terem orgulho na cidade bela e fantástica que Viseu é mesmo um dos motivo que torna a política vergonhosa. Para a próxima tentem não olhar a cores (nem política, etnias, o que seja) para procurar defeitos só porque convém a alguns que existam...

    ResponderEliminar
  5. cau·ca·si·a·no
    (Cáucaso, topónimo + -iano)
    adjectivo
    1. Relativo ao Cáucaso. = CAUCÁSICO, CAUCÁSIO
    2. [Linguística] Relativo ao caucasiano enquanto sistema linguístico.
    substantivo masculino
    3. Natural ou habitante do Cáucaso. = CAUCÁSICO, CAUCÁSIO
    4. [Linguística] Língua falada na região do Cáucaso.
    adjectivo e substantivo masculino
    5. Que ou quem pertence a uma divisão da espécie humana, originária da Europa, Norte de África e Próximo Oriente, com características físicas e genéticas comuns, nomeadamente pele clara ou morena. = CAUCASÓIDE

    "caucasiano", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/caucasiano [consultado em 28-02-2014].

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. bur·ro
      (derivação regressiva de burrico)
      substantivo masculino
      1. Quadrúpede tipo da espécie asinina.Ver imagem
      2. [Jogos] Jogo de cartas.
      3. [Figurado] Pessoa estúpida.
      4. [Técnica] Triângulo em que se prende a madeira curta que se quer serrar.
      5. Pontalete que mantém o carro de tracção animal desatrelado em posição horizontal.
      6. Cama de campanha.
      7. Espécie de banco de cardador.
      8. Banco rústico.
      9. Engenho para tirar água de poços ou rios, por meio de balde.
      10. [Desporto] Jogo de destreza que consiste em lançar pequenas malhas ou discos, para um tabuleiro inclinado, em quadrículas numeradas, e numa delas uma cabeça de burro.
      11. [Pouco usado] [Desporto] Instrumento para saltos, que consiste num corpo de forma rectangular ou oval, estofado ou forrado a couro, assente sobre quatro pés extensíveis. = CAVALO
      12. [Marinha] Cabo de verga de mezena.
      13. Pequeno motor auxiliar.
      14. [São Tomé e Príncipe] Temporal de sudoeste na costa de São Tomé.
      15. Versão literal de autores latinos ou gregos, usada normalmente por estudantes. = CHICHA, PAI-VELHO
      adjectivo
      16. Tolo, estúpido.
      17. Diz-se do tijolo cru.
      18. Diz-se de uma espécie de milho amarelo.

      amarrar o burro
      • Ficar amuado.
      burro montês
      • Burro selvagem. = ÓNAGRO
      estar com o burro
      • Estar amuado.
      pra burro
      • [Brasil, Informal] Em grande quantidade ou em alto grau.
      Confrontar: borro.

      "burra", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/burra [consultado em 28-02-2014].

      Eliminar
    2. a·nó·ni·mo
      adjectivo
      1. Sem nome; que não está assinado.
      substantivo masculino
      2. Escrito anónimo.
      3. A pessoa que escreve anonimamente.

      • Grafia no Brasil: anônimo.

      "anónimo", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/an%C3%B3nimo [consultado em 28-02-2014].

      Eliminar
    3. in·ver·te·bra·do
      adjectivo
      1. Que não tem vértebras ou esqueleto interior.

      invertebrados
      substantivo masculino plural
      2. Denominação comum aos protozoários, celenterados, vermes, equinodermos, artrópodes e moluscos.
      Palavras relacionadas: verme, idoscópio, metazoário, hemolinfa, gastroderme, actinozoário, equinodermo.

      "invertebrado", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/invertebrado [consultado em 28-02-2014].

      Eliminar
  6. Senhor anónimo das 15:13, não publico o seu comentário.
    Vá insultar para outro lado.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  7. Há muita gente que se incomoda,porque também vai ao "tacho".Espera-se,que agora, com dois bons jornais,o Correio Beirão e o Jornal do Centro,essa gente tenha mais cuidado.Acabou-se o ruísmo,

    ResponderEliminar
  8. A conta da agua vai ficar mais cara. Alguem paga esta campanha sem qualquer resultado. Outros que ponham em sentido quem permitiu que se gaste o nosso dinheiro nisto. Pergunte-se aos contribuintes se querem que o produto do seu trabalho seja gasto em propaganda sem sentido se persistirem duvidas.

    ResponderEliminar