terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

A queda

Fotografia de Ellen von Unwerth


Je suis tombée
amoreuse, foi o seu
primeiro encontro
com o chão.

Dessa vez partiu
em cacos o coração.
Os ossos só mais tarde,
um por um,
contra a terra.

C'est fou la vie,
essa derrocada
a que apenas resistem
memória e pássaro,
em voo picado.
Renata Correia Botelho





3 comentários:

  1. A Queda continua...

    No Públio on line
    Nas salas de aulas reina a “pequena indisciplina”
    Em: https://www.publico.pt/2017/02/07/sociedade/noticia/nas-salas-de-aulas-reina-a-pequena-indisciplina-1761074

    Admiráveis prestações do presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais (Confap), Jorge Ascenção, que tem experiência de sala de aula na escola de….? ou do presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares (ANDE), Manuel Pereira, que não leciona há quanto tempo? Só faltam as sápia opiniões dos carreiristas Nogueira e Dias da Silva.

    No DN online
    Indisciplina está a aumentar nas escolas
    http://www.jn.pt/nacional/interior/indisciplina-esta-a-aumentar-nas-escolas-5652128.html
    Foi preciso um estudo para saber isso? COOL!!!

    Alguém já observou as criancinhas (1º ciclo) num refeitório? Regras, não há! Comida, nunca presta! Devem comer bifinhos do lombo, em casa… E depois querem que eles se saibam comportar numa sala de aula? E, só falta um “iluminado” Ministro mandar abrir as escolas ao sábado à tarde. Alguém quer de ir com os filhos para o Continente?

    ESCOLA, hoje: local de convívio, com internet gratuito, onde umas pessoas (cada vez mais perto da 3ª idade) tomam conta das crianças!

    O que verdadeiramente me lixa é que diariamente me espera a mensagem da Princesa Leia:
    " Que a força esteja sempre contigo"!


    ResponderEliminar
  2. Confesso que das coisas que mais me custam é saber que desisti desta Escola. Não acredito em nada do que ela representa, resta só, ainda, ser um lugar onde estão todos. No final constato que não conseguimos mudar nada do espaço de utopia com que iniciámos a nossa profissão. Os professores estão no limite, cansados, desgastados.
    É desconfortável termos que ler pérolas do “nacional-porreirismo” como esta: “Sou director há 14 anos e nunca suspendi um aluno, nem nunca o farei” disse o presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares (ANDE), Manuel Pereira, a propósito do inquérito sobre indisciplina. Falar de indisciplina é proibido? A indisciplina é grave, é real e acontece. Tem hoje uma dimensão inimaginável e é uma realidade presente em muitas salas de aula.
    Sem cultura nem convicções para compreender o mundo novo em que vivemos, a "Escola" pontua-se pela demissão educativa geral, da desconstrução e estigmatização do conhecimento e da cultura, onde passeiam jovens iletrados, sem vontade nem causas que se manifestam, por exemplo, nas praxes asquerosas.
    O comentário de JB é certeiro, verdadeiro e desconstrói a imagem de Escola dos políticos de gabinete. Só uma pessoa no terreno consegue, em poucas palavras, com humor e objetividade escrever aquele texto.

    ResponderEliminar