domingo, 6 de novembro de 2016

E outros, menos intactos

Fotografia de Edward Pfizenmaier



Em torno das ideias, elas dançam
num compasso feroz, descompassado
e belo de sentir. De entre a magia
contundente e clara, anunciam doeres

antecipados. São pequenas clareiras
do instinto, são caminhos de sol
cumprindo o sortilégio da paixão.
E em torno das ideias por fazer

dançam com passos leves e doentes.
Comungadas do fogo que se escoa,
tombam por fim, exaustas e descalças,
aligeiradas dos tambores da mente.
Ana Luísa Amaral


Sem comentários:

Enviar um comentário