quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Não quero o vosso céu, companheiros

Daqui


Não quero o vosso céu, companheiros,
as falsas promessas, os amigos fingidos,
as ruas cheias de beijos,
as mentiras de espelhos fugidios.
Quero rasgar o último selo,
a lua que não dá luz,
a noite em que não brilha nada.
Eeva-Liisa Manner


Sem comentários:

Enviar um comentário