quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Selos*

* Texto publicado no Jornal do Centro há exactamente dez anos, em 18 de Agosto de 2006


1. A Guerra do Líbano mostrou, mais uma vez, que quando os canhões começam a vomitar fogo, a primeira vítima é a verdade.

A Reuters despediu o fotógrafo Adnan Hajj depois deste, numa fotografia, ... 
... ter criado em computador uma nuvem de fumo virtual a pairar sobre Beirute.

Nalgumas fotografias de Ben Curtis, da Associated Press, e de Issam Kobeisi e Sharif Karim, da Reuters, ...


sobressaem brinquedos luzidios e imaculados, no meio do pó e dos destroços das casas bombardeadas.

Numa merecida homenagem à capacidade reconstrutiva libanesa, duas fotografias, uma da Reuters e outra da AP, “documentam” que o prédio bombardeado pelos israelitas em 22 de Julho foi destruído outra vez, duas semanas depois, em 5 de Agosto.

Poderão ser vistos estes e outros prodígios informativos no vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=4RxK9r4MESY&mode=related&search=. São quatro minutos que valem a pena. *

2. Há já uns bons meses, recebi um telefonema duma simpática funcionária das Finanças a perguntar-me se eu tinha comprado o dístico do automóvel numa determinada papelaria de Viseu. De facto tinha. Perguntou-me a matrícula do carro. Dei-lha. «A matrícula escrita no Modelo 11 é de um Mercedes.», disse ela. Havia um algarismo enganado. Em vez dum nove, um sete. «O meu carro não é um Mercedes. É um Ford.», confessei eu. Com pena.

Pelo decorrer da conversa, percebi que as Finanças estavam a gastar energia com eventuais fugas ao pagamento do selo e desconfiavam do trabalho dos revendedores. Percebi que o fisco estava preocupado com ninharias. Com amendoins. Para ser mais exacto: com a casca dos amendoins.

O resultado está à vista: este ano, a cobrança dos selos dos automóveis pifou. Depois de duas prorrogações, termina hoje o prazo para a compra do selo. Quando é que o responsável por esta vergonha é demitido?

* Infelizmente, este vídeo já não está disponível no YouTube

Sem comentários:

Enviar um comentário