sexta-feira, 5 de agosto de 2016

A ensinadela do JN ao Público

Editada a partir daqui
Lembram-se da manchete mentirosa do Público de 13 de Julho, em que a jornalista Leonete Botelho foi embarretada por uma fonte mal-cheirosa do Conselho de Estado?

O jornal esvoaçou sobre o caso com a mesma ligeireza com que uma libelinha faz uma tangente a um nenúfar. Mal. Assim se degrada a confiança dos leitores. Fez mal. 


Fez muito mal e não é a conversa do senhor conselheiro de estado Francisco Anacleto Louçã que faz mudar de opinião.

Como na altura disse neste blogue, "ficava bem ao jornal pedir desculpa aos leitores pela notícia falsa e divulgar o nome do aldrabão ou aldrabona que lhe enfiou o barrete."

Aconteceu agora ao Jornal de Notícias ser aldrabado por uma cloaca do ministério de educação acerca de um juiz. Por causa disso, ontem pediu desculpas aos seus leitores nestes termos:


Imagem daqui

JN bem. Melhor ainda seria se tivesse mesmo posto nome na "garganta funda" aldrabona. 

Público muito mal.

Sem comentários:

Enviar um comentário