segunda-feira, 20 de junho de 2016

Mais


Mais do que tudo, odeio
Tantas noites em flor da Primavera,
Transbordantes de apelos e de espera,
Mas donde nunca nada veio.
Sophia de Mello Breyner Andresen


1 comentário:

  1. "O poeta é um guardador. Guarda a diferença. Guarda da indiferença. E no incerto guarda a certeza da voz".
    Ana Haterley.

    Imensa e Bela Sophia!

    ResponderEliminar