sábado, 26 de março de 2016

O cronista mais lido em Portugal


2 comentários:

  1. É sempre bom lembrar a cacetada desferida pelos americanos no sistema “padrão-ouro” e que franqueou as portas à proliferação das verdinhas estadunidenses por todo o mundo. Chegará o dia em que um bolso cheio daqueles papelinhos com a fronha de Washington mais não será do que um bolso cheio de acendalhas de lareira.
    Mas, ó Estriga, essa do “reinventar-mos” é que era escusada. De qualquer forma, para quem gostar do estilo profético e avisador do cronista, cá vai: http://antesumtodavianunca.blogspot.pt/. Eu prefiro continuar a olhar através do gato, lendo as farpas bem escritas do Alex.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande Alcídio

      O Estriga tem leitores comó carago, o bizarro é aquela leitura, à direita, uma espécie de imagem ao espelho da de Varoufakis — esse dandy de gola "alevantada" — fez em 'O Minotauro Global' desse momento noxoniano.

      A piada, penso que involuntária, é isso sair no jornal de um templo do consumo, de que eu gostava mais quando tinha mais produtos alemães.

      Grande abraço

      Eliminar