sábado, 28 de novembro de 2015

Abismos*

* Post #4000





Quantos em ti lagos e rios
Quantos em ti os oceanos

Água vermelha que aos ouvidos
traz o aviso
de nenhuns campos

É bom sondarmos os abismos
que nunca vão cicatrizando

E ao som da água pressentirmos
de onde provimos
aonde vamos
David Mourão-Ferreira


Sem comentários:

Enviar um comentário