quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Autárquicas*

* Texto publicado no Jornal do Centro há exactamente dez anos, em 14 de Outubro de 2005


Depois de umas horas a consultar e interpretar estatística eleitoral, vou deixar aqui a minha leitura das Eleições Autárquicas do último domingo:

1. O PSD ganhou as eleições autárquicas. O PS perdeu-as a nível nacional, distrital e concelhio.


Fotografia Olho de Gato

2. Nas grandes cidades, os candidatos do PS foram afectados por algum voto de protesto contra o governo de José Sócrates mas não se detectam evidências desse voto de protesto no distrito ou no concelho de Viseu.

3. O PS, no distrito de Viseu, subiu em 14 concelhos e desceu em 10. O aumento de 3% da votação distrital não impediu a perda de metade das câmaras socialistas. Eram 8 em 2001; são agora 4. Um trambolhão.

4. No concelho de Viseu, Fernando Ruas e o PSD seguraram posições. O PSD continuou a aproveitar o definhamento do CDS e não perdeu votos para a esquerda. Os que perdeu foram para a abstenção.

5. Os resultados do PS para a Câmara de Viseu são muito idênticos aos de 1993 e de 1997. O eleitorado “natural” do PS no concelho de Viseu vale 3 vereadores. Miguel Ginestal fez um bom trabalho. A sua campanha teve qualidade e meios mas falhou o eleitorado central.

6. Tive uma grande surpresa na noite das eleições: o PS ganhou a Junta de Freguesia de Ribafeita, uma das freguesias mais conservadoras do concelho. Merece pesquisa jornalística. Algo de extraordinário aconteceu.

7. A partir do muito que ouvi e li nestes meses, escolho a frase mais descabida desta campanha: 
“O Fórum Viseu é um mamarracho.” 
Carlos Vieira, Candidato do Bloco


E, já agora, a frase campeã do politiquês: 
“O concelho de Viseu assume hoje uma relevante centralidade física no contexto territorial português.” 
João Pedro Barros, Mandatário de Fernando Ruas

1 comentário:

  1. A memória da internet é tramada!

    Memórias passadas e memórias bem recentes:

    14 de outubro de 2015

    O primeiro-ministro, em entrevista ao jornal SOL, considera que não há qualquer hipótese de um entendimento pós eleitoral entre a coligação PSD/ CDS e Partido Socialista.

    http://www.dailymotion.com/video/x39mgzl_a-memoria-da-internet-e-fodida_news

    EM: http://www.leituras.eu/author/leituras/

    ResponderEliminar