quarta-feira, 17 de junho de 2015

Recaídas caídas idas

Fotografia de Slim Aarons



De vez em quando uma recaída
na fumarada dos blues,
nos uivos do saxofone
de não sei quem.
De quando em quando um dos livros
que estão em cima do guarda-
-fato. Há dias Camus
caiu-me aos pés. Meu Deus,
que belos tempos, quando tudo
era ainda sem sentido e não
me doíam as cruzes.
Hans-Ulrich Treichel


2 comentários:

  1. Antes da despedida grega, antes da IDA.
    Vale a pena ler para saber como o sistema financeiro governa o mundo.
    http://www.esquerda.net/artigo/divida-publica-e-um-megaesquema-de-corrupcao-institucionalizado/37363

    A terminar:
    1. A França não cumpre as metas do défice desde 2008. Tem tido défices superiores a 5%. A França diz que só cumpre a meta dos 3% de défice público em 2017.
    2. A senhora Merkel não vai deixar a Grécia entrar em default, grande parte da divida grega está nos bancos alemães.
    3. Por cá: no próximo ano letivo, as escolas podem integrar uma disciplina de "Introdução à Cultura e às Línguas Clássicas" ou variantes no seu currículo. (eh eh)
    4. Amanhã o Sol voltará a nascer em Atenas!
    5. Mas há tanta gente com vontade de lhes dar uma lição...
    6. Acompanhamento musical: Bob Marley- Soul Rebel - https://youtu.be/okFznac7Lts

    I'm a rebel, soul rebel.
    I'm a capturer, soul adventurer.
    I'm a rebel, soul rebel.

    I'm a capturer, soul adventurer.
    See the morning sun, the morning sun,
    On the hillside.
    If you're not living good, travel wide, You gotta travel wide.
    Said I'm a living man, And I've got work to do.
    If you're not happy, children, Then you must be blue, Must be blue, people say.

    I'm a rebel, let them talk, Soul rebel, talk won´t bother me.
    I'm a capturer, that´w what they say, Soul adventurer, night and day.
    I'm a rebel, soul rebel.
    Do you hear them lippy.
    I'm a capturer, gossip around the corner, Soul adventurer.
    How they adventure on me.




    ResponderEliminar
  2. Os entusiastas fanáticos do Grexit a todo o custo - isto é, do quanto pior, melhor, falando do tema como se de ir comer à pizzaria da esquina - e os indiferentes - quer dizer, os que se estão nas tintas para os gregos e, no fundo, também para a Europa dos povos - devem ler com urgência este artigo de Timothy Garton Ash. Os outros também…

    http://www.dn.pt/inicio/opiniao/interior.aspx?content_id=4627982&page=-1

    ResponderEliminar