terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Moda do entrudo

Lazarim 2008
Fotografia Olho de Gato

Ó entrudo, ó entrudo
Ó entrudo chocalheiro
Que não deixas assentar
As mocinhas ao soalheiro

Eu quero ir para o monte
Eu quero ir para o monte
Que no monte é que eu estou bem
Que no monte é que eu estou bem

Eu quero ir para o monte
Eu quero ir para o monte
Onde não veja ninguém,
Que no monte é que eu estou bem

Estas casas são caiadas
Estas casas são caiadas
Quem seria a caiadeira
Quem seria a caiadeira

Foi o noivo mais a noiva
Foi o noivo mais a noiva
Com o ramo de laranjeira,
Quem seria a caiadeira

1 comentário:

  1. Para "Vós que viveis tranquilos / Nas vossas casas aquecidas (....) - Primo Levi

    É Carnaval,mas eu levo a mal...
    A utilização de um mau momento desportivo do guarda redes Rui Patrício deu azo a que a marca de cervejas Sagres fizesse um spot a "brincar" com o facto.
    No passado recente também a Pepsi Cola "brincou" com Cristano Ronaldo.
    Admiro o trabalho e muitos brilhantes anúncios ou campanhas publicitárias.
    Não admiro e não admito a intromissão dessas agências (que têm rostos...) na vida pessoal,sejam sucessos ou insucessos.
    Essas agências consideram que têm um olhar asséptico sobre as sociedades,o que é perverso e falso.
    Essas agências e as marcas humilham publicamente, e com prazer!

    Indignidade carnavalesca é um tal de Manuel Lemos (presidente da União das Misericórdias,como é possível?), afirmar que "ser pobre é uma questão de auto-estima,acima de tudo".
    Tudo isto não é Carnaval!

    E eu sou economicamente viável ou inviável?
    A miséria das agências e do sr Lemos roça o boçal.
    "A miséria só não dói na boca dos outros" - Mithá Ribeiro.

    ResponderEliminar