segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Crime perfeito

Fotografia de Ralph Crane




O meu gato branco gosta de brincar
com os papéis amachucados
que deito no lixo. Tira-os do caixote
e esconde-os no odor dos ratos, nos vasos
de flores, pelo quintal. Já fiz desaparecer
muitos poemas que não gostava
assim, sem indícios.
Teresa Jardim


Sem comentários:

Enviar um comentário