domingo, 28 de dezembro de 2014

Medo

Fotografia de Mimmo Jodice

Quem dorme à noite comigo
É meu segredo,
Mas se insistirem, lhes digo,
O medo mora comigo,
Mas só o medo, mas só o medo.

E cedo porque me embala
Num vai-vem de solidão,
É com silêncio que fala,
Com voz de móvel que estala
E nos perturba a razão.

Gritar quem pode salvar-me
Do que está dentro de mim
Gostava até de matar-me,
Mas eu sei que ele há-de esperar-me
Ao pé da ponte do fim.
Reinaldo Ferreira


1 comentário:

  1. Medo é palavra ou conceito que não se retira da entrevista de António Guterres (jornal Publico - 28 Dez).
    A entrevista vale o preço do jornal e o entrevistado revela valer mais que ser "putativo" candidato a PR.
    Seria o PR ideal? Não sei. Mas,qualquer coisa tem que mudar. Se Passos e Portas liquidam o estado social, Cavaco tornou Belém num lugar sem sentido.
    Todos perdemos se Guterres calçar as pantufas...

    ResponderEliminar