quinta-feira, 10 de julho de 2014

Promessa

Fotografia de Wiiliam Klein



Talvez fossem melhores
os nossos corações quando eram frágeis
e um golpe de mar, ou a noite de Julho
puderam abrir as caladas feridas
que agora, e para sempre, chamaremos saudades.
Talvez fossem melhores quando eram
como regatos ligeiros ou chuvosas tardes
que molhavam a infância e partiam
um domingo qualquer; um vale aberto,
areais imensos, aquela varanda
parada diante de polidos gerânios.
Não escolheram barcos para ir para longe;
nem a brisa leve de um verão
que os apagasse, com seu fogo insubmisso.
Semelhantes aos homens, desejaram
as árvores antigas desta terra.
Ramiro Fonte

Sem comentários:

Enviar um comentário