sábado, 5 de julho de 2014

Mota Faria

Mota Faria
Ontem, no seu blogue "Viseu, Senhora da Beira",  Fernando Figueiredo  interpelou o blogue "A Tribuna de Viseu" e  este modesto estabelecimento.

"Tomem lá a bola!" — foi a expressão que ele usou, expressão muito sintonizada com o campeonato do mundo de futebol que está a decorrer.

O assunto a ser tratado é este:


Miguel Fernandes, em A Tribuna de Viseu, de chuteiras bem atadas, driblou dois adversários, correu para a área e rematou, como se costuma dizer, com conta peso e medida, marcando golo: "uma campanha de lista única não é uma campanha é uma tomada de posse."

Tendo ficado tudo dito, resta-me fazer um pequeno zoom a Mota Faria, o líder distrital do PSD, que, com este acto eleitoral de lista única, consegue, com o seu jeito suave, fazer esquecer a derrota copiosa que levou no sul do distrito, nas últimas autárquicas. 

É natural esta amnésia laranja: para além da conhecida habilidade estratégica e tática de Mota Faria, convém não esquecer que a massa de água enorme da barragem da Aguieira causa com frequência um imenso nevoeiro, nevoeiro especialmente gravoso nos concelhos de Carregal do Sal, de Nelas e de Santa Comba Dão. 

Mas, se me permites uma pequena ironia, Fernando, dir-te-ia para acabar: a sorte de Mota Faria foi o concelho mais a sul do distrito ter virado para o Norte.

Sem comentários:

Enviar um comentário