terça-feira, 3 de junho de 2014

No peito

Fotografia de Augusto Brázio


O pivete de óculos escuros
a comerciária
de pé inchado e sapato alto
o bacana de cordão de ouro
a madame mandona chorosa avoada
as varizes tortas da lavadeira
a carne branquela e sarapintada
dentro das bermudas dos aposentados;
suor azedo de ternos puídos
bijuteria
peitos caídos
o olho parado da empregada doméstica
a carapinha esticada;
chinelos de dedo
pés derramados
dedos que faltam nas mãos dos operários
bocas sem dentes
e mães sem fim
de unhas escalavradas
a reproduzir toda a cidade do Brasil
atravessam
meu peito
e as avenidas presidente Vargas.
Angela Melim



2 comentários:

  1. Mais uma fotografia sensacional!
    Lembrei-me logo do Sérgio Godinho a dizer “'Aí Benjamim' !!!

    Canção: Namoro

    Tocaram a rumba
    e dancei com ela
    e num passo maluco
    voamos na sala
    qual uma estrela
    riscando o céu
    e a malta gritou
    'Aí Benjamim'

    Música: Fausto
    Letra: Viriato Cruz
    Intérprete: Sérgio Godinho
    In: De pequenino se torce o destino, 1976

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Br´azio tem pinta - bom fot´ografo.
      Mais n˜ao digo que esta maquineta est´a zangada com os acentos.
      :-)

      Eliminar