segunda-feira, 23 de junho de 2014

Hélder Amaral fora, jantar santo na loja

Paulo Portas, ao telefone, quis saber qual foi a sobremesa.

Jornal do Centro, 20.6.2014, p-7



O Olho de Gato sabe que, ao ler esta notícia no Jornal do Centro, o chefe de gabinete do secretário-geral socialista, o viseense Miguel Ginestal, imediatamente telefonou a António José Seguro que, por sua vez, imediatamente telefonou a Maria de Belém Roseira a encomendar um artigo novo nos estatutos do PS a proibir jantares.

9 comentários:

  1. As aparências enganam: qualquer semelhança com palavras, factos e pessoas, terá sido mera coincidência.
    Estes jovens “políticos” fazem lembrar o slogan de Maio 68: “Tenho algo a dizer, mas não sei o quê”, pois aprendem rapidamente que o melhor é falar por meias palavras para os jornais.
    “Os Mortos na Sala de Jantar” foi o lema do jantar!
    É sempre os outros que morrem…




    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E os “Os Mortos na Sala de Jantar” são telefonados pelo vice-primeiro-ministro-de-estado, como numa peça de Harold Pinter, ó JB.

      :-)

      Eliminar
  2. Gosto muito de JB! 15 anos. On the rocks.

    ResponderEliminar
  3. Um Jantar é um jantar é um jantar que é um jantar. Com ou sem Pinter ou até mesmo o Dantas. A azia é que é uma chatice... Chama-se refluxo. Sais de frutos e já está!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Senhor anónimo,
      quando estive a fazer o post ainda lá meti uma fotografia de Rennie depois achei que aqueles digestivos telefonados des-refluxavam
      :-)

      Eliminar
  4. Tenho para mim, que não sei jogar à bola, que não "des-refluxaram", terão, eventualmente até, provocado ligeiras úlceras e fortes comichões... Nada de mt grave, portanto. :-)

    ResponderEliminar
  5. O importante é a felicidade geral e o calmo e verde remanso das pastagens. Tudo bom. Tudo mt bom.

    ResponderEliminar