terça-feira, 27 de maio de 2014

Depois da batalha de Ásculo, disse o rei Pirro...


... «uma outra vitória como esta e é a minha ruína completa.» 

4 comentários:

  1. Seguro tem sido um "espirro" na liderança do PS.

    O Seguro foi vítima da sua (má) estratégia: quem fez das europeias umas pré-legislativas? Quem apresentou um Programa Contrato, vago e desconexo? Quem andou a dizer que não aumentava impostos?

    Se isso não era pedir um referendo à sua liderança, era o quê?

    Não me recordo se foi a Merkel que, quando ganhou ao Schroder, usou o seguinte slogan: "você comprava um carro em 2ª mão a este homem?"

    Qual é a sua resposta, caro leitor?
    Pois….

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois... em política não se pode só reagir, tem que se agir, tem que se "marcar".

      Política não pode ser só olhar para o que "está a dar", ver para onde correm as águas. Política é separar águas, defender princípios,valores em que se acredita.

      Foi o Kennedy ao Nixon essa do carro em segunda mão, JB.

      Pode ter sido de Merkel a Schroeder também porque, depois, se tornou um clássico.

      Contudo, agora Merkel compra gás natural a Schroeder que trabalha para a Gasprom de Putin e isso explica muito da decrepitude da social-democracia e do trabalhismo europeu (o Blair é um homem da Goldman Sachs ou da JP Morgan ou das duas ou do raio que o parta).

      Abraço, JB!

      Eliminar
  2. Alex, obrigado pela correcção.
    Sempre pensei que o Kennedy tinha uma excelente equipa de apoio.
    Que não recorda aquela “secretária” a sair do bolo a cantar “Happy birthday mr presidente” !!!
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Correcção" nenhuma — depois de Kennedy a "metáfora" foi mais que repetida e valha a verdade comprar um carro em segunda mão àquele "empregado" do Putin é coisa pouco boa. :
      Abraço

      Eliminar