quarta-feira, 31 de julho de 2013

Eleições 2009 (IV)

* Texto publicado no Jornal do Centro há exactamente quatro anos, em 31 de Julho de 2009


Quais dos nove deputados eleitos pelo distrito de Viseu merecem ser reconduzidos? Pela minha análise, três deputados e meio:

1. Hélder Amaral (CDS) – foi, sem dúvida, o melhor deputado de Viseu. Teve uma presença assídua nos media locais e nacionais e mostrou saber pensar pela própria cabeça.

Francisco Peixoto, há uns anos, deixou uma marca de qualidade na bancada do CDS. Hélder Amaral, agora, não lhe ficou atrás.

2. José Junqueiro (PS) – foi um vice-presidente subutilizado da bancada da maioria.

Paulo Rangel, no seu discurso de despedida do parlamento, chamou “diligente” a Junqueiro. Com justiça. A grande capacidade de trabalho do deputado do PS é a sua principal qualidade. Dos seus defeitos tem-se falado cabonde aqui no Olho de Gato.

3. António Almeida Henriques (PSD) – tem um longo currículo no associativismo empresarial. Mas não só: a sua recondução é apoiada por 23 das 24 concelhias do PSD. 

Em 2013 será, muito provavelmente, candidato ao lugar ora ocupado por Fernando Ruas.

3,5. Carlos Miranda (PSD) – até Janeiro de 2008, enquanto tivemos a política errática de Correia de Campos, Carlos Miranda fez-lhe uma boa e aguerrida oposição. 

Quando José Sócrates decidiu pôr sensatez no ministério da saúde e dar posse a Ana Jorge, Carlos Miranda passou a ser mais discreto. Por isso, merece só “meia” recondução. De qualquer forma, Carlos Miranda vai sair do parlamento por opção própria.

Quem não merece ser reconduzido é José Luís Arnault. Nestes quatro anos, não fez nada pelo distrito que o elegeu. Que vá pregar para outra freguesia. 

O PS e o CDS já se livraram de pára-quedistas políticos. De que estão à espera José Cesário e o PSD-Viseu para fazerem o mesmo?

Sem comentários:

Enviar um comentário