terça-feira, 14 de maio de 2013

António Barreto à SIC: «sinto que existem ameaças que põem em causa a democracia»



Sobre a necessidade de serem investigadas até ao fim as Swaps e as PPPs, em que, para além de qualquer dúvida, estão metidas até ao pescoço as lideranças partidárias, os grupos económicos e a grande advocacia de negócios, António Barreto confessa: 
«...nos meus fantasmas, já não sei se é melhor ir até ao fim...»

É verdade que
:
as lavandarias em que estão transformadas as comissões de inquérito parlamentares costumam encher de nevoeiro os relatórios finais; 
a nossa justiça isaltina os poderosos



Mas, mesmo assim, é melhor ir até ao fim na investigação das Swaps e da PPPS, António Barreto, não tenha dúvidas.

É que a terceira república, ou se limpa, ou estoira.

5 comentários:

  1. O Soares dos Santos enfiou o Barreto e o Barreto areia o Soares dos Santos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Alexandre Borges;

      Pratico o seguinte método: fixo-me nas mensagens e não nos mensageiros.

      Os mensageiros só me importam estatisticamente: gasto unicamente o meu tempo a ler mensagens de mensageiros que, num número significativo de ocorrências, dizem algo relevante.

      É o caso de António Barreto em geral, e neste caso — na sua exasperação e desânimo — em particular.

      Abraço

      Eliminar
    2. E quando a mensagem é produzida pelo próprio mensageiro interessa-lhe as circunstâncias da sua produção?

      Abraço

      Eliminar
    3. As circunstâncias podem causar ruído.
      Por exemplo, ontem fiz um post sobre a OCDE que não tinha nenhuma clareza porque apressei as coisas para ir ao cinema.
      Resultado: tive que o reescrever hoje de manhã...
      :P
      Grande abraço

      Eliminar
  2. Quem nos (des)governa teve os votos e agarra-se a eles desesperadamente. O Gaspar já disse que nem foi eleito. Claro mas foi escolhido! Portanto será um novo Salazar. Para se ir embora espero que não seja necessário cair da cadeira de praia e bater com a cabeça numa laje.


    Rui Pedro

    ResponderEliminar