sábado, 16 de fevereiro de 2013

Ditadura fiscal

Sobe e desce, Público, 15.2.2013
Segundo o púdico jornal Público, "quem acaba de sair do executivo" ou um "anterior de secretário de estado" tem que escrever sempre de uma forma asséptica e não pode nunca escrever um "palavrão".
 
Ora, pelo contrário,
 ainda bem que FJV regressou à blogosfera tão depressa, ainda bem que ele soltou aquele grito libertador.

  É preciso dizê-lo com clareza: a ditadura fiscal que nos governa está a pisar o risco.

1 comentário:

  1. Esta ditadura não é só fiscal. O que é impôrem-nos um DJ até às 4 da manhã à porta de casa? Ou o custo duma ETAR por 1/3 do orçamento? Ou que temos que gastar 120litros de água porque senão pagam todos? Ou cobrarem direitos de passagem por sítios que nem são deles, nem pediram autorização?
    Isto é "um facho" de estupidos ditadores, promíscuos gatunos que deram cabo da vida às pessoas, e que nós, mansinhos, continuamos a permitir. Está muito bem escrito que devem ir tomar no cu...jo, mas começa a ser premente que não nos esqueçamos de lhes dar a receita diária até ao tratamento final!

    ResponderEliminar