quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

O teu andar sorri por mim acima

Fotografia de Tyler Keeler






O teu andar sorri por mim acima
E
Destroça-me o coração.
O acenar prende e excita.
Na sombra da tua saia
Emaranhado,
O menear
Arremessa-se,
Estala!
Tu balanças, balanças.
Cego tacteio, agarro.
O Sol ri!
E
A hesitação, coxeando, vai-se sem jeito
Roubada roubada!
August Stramm


Sem comentários:

Enviar um comentário